Resenha - Guia do Herói para Vencer Dragões Mortais

“Você é pequeno. Você é ruivo. Você ainda não sabe, mas está prestes a enfrentar o episódio mais horripilante de sua vida até o momento... Quando for um homem muito, muito velho como eu, você chamará esse episódio de Como Não celebrar o seu aniversário – e, mesmo depois de tantos anos, ele ainda fará seus braços velhos e enrugados se arrepiarem ao se lembrar dos perigos e percalços dessa aterrorizante aventura...”
Em Guia do Herói para Vencer Dragões Mortais conhecemos mais uma das aventuras vividas por Soluço ao lado do seu dragão Banguela. E, mais uma vez, Cressida Cowell consegue nos presentear com uma leitura gostosa e divertida, sem falar em todos os detalhes presentes no livro, suas ilustrações, mapas e informações adicionais que conseguem tornar a leitura ainda mais prazerosa.

Neste volume Soluço é obrigado a ajudar seu pai a vencer uma aposta com Bertha, a Peituda, Chefe das Ladras do Pântano, roubando o livro Como Treinar o seu Dragão da Biblioteca Pública dos Cabeças-ocas que, embora o nome indique o contrário, não era, de fato, aberta ao público, já que todos os livros foram banidos por decreto da “Coisa”. Além disso, a biblioteca era protegia pelo terrível Bibliotecário Cabelo Assustado que tentará a todo custo impedir a missão de Soluço.

E o melhor de tudo é que, além de nos apresentar uma ótima história, Cressida também consegue deixar uma ótima ‘lição de moral’ ao final de cada um de seus livros. Dessa vez ela fala um pouco sobre a importância dos livros e da leitura em nossas vidas, uma mensagem extremamente necessária, principalmente para o público alvo do livro.
“Estou certo de que você, caro leitor, não pode imaginar como é viver em um mundo do qual os livros tenham sido banidos.”
Mesmo sendo uma série claramente infantil continuo a me divertir e rir com as histórias de Soluço e Banguela. Toda a série é uma ótima pedida para aqueles que procuram uma leitura leve e divertida, sem maiores compromissos. Você não irá gargalhar durante todo o livro, mas sem dúvida irá se divertir com as situações mais improváveis possíveis, além de se apaixonar por cada um dos personagens.

0 comentários:

Postar um comentário