Parceria: Editora LeYa e Lua de Papel

É com imensa alegria que apresento a mais nova editora parceira do OLM, a Editora LeYa, juntamente com o selo Lua de Papel.

A LeYa nasceu em Janeiro de 2008 como empresa holding na qual se integram algumas das mais prestigiadas editoras portuguesas e duas das mais bem sucedidas editoras africanas.
Líder do mercado editorial português, angolano e moçambicano, a LeYa está, desde Setembro de 2009, a editar também no Brasil. Neste e nos outros mercados onde trabalha, a LeYa apresenta-se com objectivos concretos de vir a ser protagonista, nomeadamente pelo papel que desempenha no mundo de língua portuguesa.
O Grupo LeYa é formado por 18 editoras em Portugal, dentre elas estão algumas das principais editoras do país, como a Editorial Caminho, que revelou José Saramago; Dom Quixote e Asa. O selo Lua de Papel foi escolhido para ser o primeiro a aportar no país e abrigar as obras mais comerciais tanto, em ficção quanto de não ficção. Para comandar o selo, o grupo contratou Pedro Almeida, ex-Ediouro, que foi responsável por edições de Almanaques, Biografias e o mega-sucesso Marley e Eu.
Seguindo o caminho de Portugal, o novo selo conta com uma equipe própria de marketing e comercial, a fim de criar uma identidade própria e firmar-se como uma das grandes editoras no Brasil.
Confira agora alguns dos lançamentos da editora LeYa e do selo Lua de Papel  para o mês de abril:

O Ano da Leitura Mágica

Um desafio: ler um livro por dia durante um ano. Você aceita? Essa foi a promessa que Nina Sankovitch fez a si mesma. Após perder a irmã mais velha para o câncer, e embora precisasse cuidar dos quatro filhos e lidar com os percalços que fazem parte do cotidiano de uma grande família, Nina cria uma jornada para si mesma: ler um livro por dia durante um ano inteiro. Nesse verdadeiro sonho literário, nossa heroína descobrirá que o ano de leitura mágica mudará tudo ao seu redor e que os livros são uma ótima terapia. O ano da leitura mágica também conta a história da família Sankovitch: o pai de Nina, que escapou da morte por um triz na Bielo-Rússia durante a Segunda Guerra Mundial; os quatro ruidosos filhos, que lhe recomendavam livros ao mesmo tempo que a ajudavam a cozinhar e a limpar a casa; e Anne-Marie, sua irmã mais velha e inspiração, com quem Nina compartilhou os prazeres da leitura, mesmo em seus últimos momentos de vida.
O Mistério do Chocolate

Hannah Swensen é uma confeiteira ruiva que cria sobremesas e cookies tão mordazes quanto suas respostas atrevidas na pequena cidade de Lake Eden. Quando Ron LaSalle, o entregador mais querido da cidade é encontrado morto atrás de sua confeitaria, tendo os famosos cookies de chocolate de Hannah espalhados ao seu redor, sua vida e seu negócio só pode piorar. Determinada a não permitir que seus cookies fiquem com má reputação, ela decide começar a investigar o crime, colocando também sua própria vida em risco.

Acompanhado de uma boa dose de humor e uma deliciosa variedade de receitas de cookies de dar água na boca, O mistério do chocolate, primeiro livro da série Hannah Swensen Mysteries, é um ótimo suspense culinário e apresenta uma esperta aspirante a detetive que fará os leitores de mistério saboreá-lo do início ao fim.
Queria que Estivesse Aqui

Para Paul, a vida se tornou uma sucessão de obstáculos. Abandonado pela esposa, o pai acaba de sofrer um derrame, sua nova namorada está indecisa entre ele e outro homem e ele se vê obrigado a lidar com questões familiares antigas, coisas que adiou até agora, mas terá de finalmente enfrentar. Por outro lado, ele ainda conta com 3 sustentações em sua vida - as doses no Bay State Bar, seu novo par de tênis (que o lembra de fazer exercícios), e finalmente Stella, sua grande amiga e companheira, que lhe dá sábios conselhos, que não o julga, e lhe dá amor incondicional. Porém, Stella não o acompanha em seu bar favorito. Stella é sua cachorra idosa, uma mistura de Labrador com Shepherd, e ela conhece Paul mais do que ele próprio.

 Um Mundo Chamado Timidez

Uma menina numa missão para esquecer. Um garoto que uiva. No subúrbio de Timidez, onde o Sol nunca nasce e as fronteiras crepitam com uma energia estranha, MeninoLobo conhece uma estranha no Hotel Diabetic. Ela fala o seu nome: MeninaSelvagem, e ela o desafia a ser o seu guia pela noite sem fim. Mas eles são assaltados pelos Moleques. E o que acontece está se movendo, despreocupado... perigoso. Há coisas que apenas podem ser ditas na escuridão. E uma longa noite é tempo suficiente para mudar uma vida.

Um mundo chamado Timidez lhe dá boas-vindas, em uma
fantasia urbana que explora a noite, seja ela externa ou interna.
E onde é mais fácil achar que a vida é só um sonho, que monstros não existem, que não há nada do outro lado da rua. Mas nesta penumbra completa é possível encontrar um sentido de liberdade, compreensão e aceitação e, quem sabe, um verdadeiro amor?

0 comentários:

Postar um comentário