Resenha - O Guia da Alagaësia de Eragon

“Estou ciente de que você deve ter uma série de perguntas sem respostas. Afinal, não é todo dia que um dragão o escolhe para se tornar um Cavaleiro e então estranhos o arrancam de sua família e o levam para um voo sobre a Alagaësia e além. (...)
Portanto, compilei esses papéis para você como uma introdução aos povos, lugares e coisas mais importantes na Alagaësia.”

Em O Guia da Alagaësia de Eragon podemos obter um conhecimento maior sobre o mundo que encontramos ao ler o Ciclo A Herança. O livro é repleto de ilustrações e informações sobre a Alagaësia, assim como vários detalhes espalhados por ele, que ajudam a enriquecê-lo e tornar a leitura incrivelmente prazerosa.

Só ao observar belíssima capa, em alto-relevo, que lembra a pele de dragão azul de Saphira, podemos perceber a riqueza de detalhes que possui o livro, mas isso não é tudo. Além de diversas ilustrações podemos encontrar vários envelopes espalhados pelas páginas com informações extras e até mesmo pequenas amostras de certas coisas, como uma pétala da glória negra, flor favorita de Arya e o pelo de um Feldûnost.

Outro detalhe interessante é que o guia é escrito pelo próprio Eragon, que além de falar diversos fatos históricos da Alagaësia também fala sobre algumas de suas diversas experiências como Cavaleiro de Dragões.  Portanto, o livro só é recomendado para aqueles que já leram os três livros lançados no Brasil.

Particularmente, o que mais me chamou atenção no livro foram suas ilustrações, todas belíssimas e riquíssimas em detalhes. Nunca havia conseguido criar uma imagem clara do Lethrblaka e dos Ra’zac, apesar de a ilustração que encontramos no guia ser exatamente igual à descrição vista nos livros.

O Guia da Alagaësia de Eragon possui uma leitura rápida, em pouco mais de uma hora é possível ler todas as informações contidas nele. O problema é que ao terminar a leitura acabamos por querer mais, isso sem contar as diversas informações que poderiam existir no livro, mas que são deixadas de lado. Mas isso não diminui em nada a qualidade da obra, que é indispensável para os fãs mais fervorosos do Ciclo A Herança.

0 comentários:

Postar um comentário