Resenha - A História Sem Fim

"Gostaria de saber, disse para si mesmo, o que se passa dentro de um livro quando ele está fechado. É claro que lá dentro só há letras impressas em papel, mas, apesar disso, deve acontecer alguma coisa, porque quando abro, existe ali uma história completa. Lá dentro há pessoas que ainda não conheço, e toda espécie de aventuras, feitos e combates - e muitas vezes há tempestades no mar, ou alguém vai a países e cidades exóticos. Tudo isso, de algum modo, está dentro do livro, é preciso lê-lo para o saber, é claro. Mas antes disso, já está lá dentro. Gostaria de saber como..."
Bastian Baltazar Bux é um garoto baixinho e gordinho, e por isso é constantemente importunado por seus colegas de escola, além disso, desde o falecimento de sua mãe o garoto perde o carinho do pai, que passa a deixar o garoto de lado e se foca exclusivamente no trabalho. O único conforto que Bastian possui em sua vida agora são os livros e as histórias contidas nestes, e também as histórias criadas pelo próprio Bastian, das quais ele geralmente guarda apenas para si próprio.

Certo dia, na tentativa de fugir dos garotos que o estavam importunando, Bastian acaba parando em uma livraria, e lá encontra um livro, um livro do qual Bastian nem ao menos havia ouvido falar, mas que desde sempre possuía uma paixão secreta por ele, este livro era A História Sem Fim, e esse era exatamente um dos desejos secretos de Bastian, encontrar um história que nunca acabasse.
"Quem nunca chorou, às escondidas ou na frente de todo mundo, lágrimas amargas porque uma história maravilhosa chegou ao fim e é preciso dizer adeus às personagens na companhia das quais se viveram tantas aventuras, que foram amadas e admiradas, pelas quais se temeu ou ansiou, e sem cuja companhia a vida parece vazia e sem sentido. . ."
Mágico, é assim que posso definir A História Sem Fim, de Michael Ende. Lemos o livro juntamente com Bastian, e conhecemos Fantasia, um mundo fantástico governado pela Imperatriz Criança, mas que agora se encontra doente e precisa de ajuda.

Para diferenciar as duas realidades (a de Bastian e a de Fantasia) o texto é impresso em duas cores, verde e vinho, até que em dado momento essas duas realidades começam a se misturar. O livro também possui ilustrações no início de cada capítulo que completa o clima de encantamento que envolve o leitor. Mas sem dúvida alguma, o mais importante em A História Sem Fim é a mensagem deixada pelo livro.

O valor de uma amizade, o poder dos sonhos, a capacidade de acreditar em si próprio, mesmo e principalmente quando ninguém mais acredita e o mais importante, a capacidade de amar. Um livro belíssimo e que exatamente por essa beleza temos a certeza que é realmente uma história sem sim, pois um livro como esse sobreviverá para sempre, uma história que deve ser lida por todos.

Antes de terminar só gostaria de acrescentar que o livro também inicia várias histórias paralelas, que aguçam a curiosidade do leitor e o faz querer conhecê-las, mas essas são outras histórias e devem ser contadas em outra ocasião. 

9 comentários:

Pabline disse... [Responder Comentário]

Olá. Primeiramente, muito obrigada pela visita lá no blog. Já estou seguindo.

Agora a resenha... Que resenha é essa?
Simplesmente me apaixonei pelo livro. Eu quero.
Que lindo ver uma história envolvendo a fantasia e a maravilhosa experiência que encontramos em um livro. Parece ser daqueles livros que nos deixam pensando mesmo depois de ter chegando o fim da história. Já que essa é uma História sem Fim, nada mais condizente, né. (Ô trocadilho tosco ¬¬') :D
Bjão.

-Amigas Entre Livros-

Caíque Fortunato disse... [Responder Comentário]

A resenha ficou ótima como todas as outras, o livro parece ser muito legal! Vlw pela dica.

http://entrepaginasdelivros.blogspot.com/

L@r! disse... [Responder Comentário]

Sempre fui fã do filme A história sem fim,é um dos filmes que mais marcou a minha infância. Nunca cheguei a ler o livro e não sei bem o porque,mas depois dessa resenha com certeza vou ler e vou me apaixonar novamente por Bastin e essa História Sem Fim. XD

PamFardin disse... [Responder Comentário]

Esse é um dos livros que eu mais amo. Sério. Eu achei ele caído debaixo da estante anos atrás na biblioteca lá da escola, e praticamente ressuscitei o livro, ele estava todo acabadinho. Depois que eu o li, não parava mais na biblioteca, todo mundo pegava para ler :) Amo de paixão mesmo *-------*

Beijos
aritmeticadasletras.blogspot.com

• Ӗwerton Ľenildo. disse... [Responder Comentário]

Nossa * o * Nunca tinha ouvido falar nesse livro. Pela sua resenha parece ser maravilhoso, envolvente, e que meche com a imaginação e a sede de leitura de quem está lendo. Ótima resenha, ótimo Post, parabéns!
Abração .

papeldeumlivro.blogspot.com

Andressa Tomaz disse... [Responder Comentário]

Oi Will!
Vou confessar que não me lembro de ter visto esse filme. Que vergonha né? Acho que só eu nunca vi esse filme.
Enfim, tanto o filme quanto o livro parecem ser repletos de magia. Tenho curiosidade de conhecer a história!

Beijos!!

Caah Oliveira (Open Mind) disse... [Responder Comentário]

Oi, tudo bem?

O livro parece bem legal, e fiquei com vontade de ler!


Beijos, Caah Oliveira!
http://openmindbook.blogspot.com/

Ana Ferreira disse... [Responder Comentário]

Will,

Lembro que um dia desses estava passeando pela minha estante do Skoob e encontrei esse livro na categoria de "Vou Ler", embora não me lembrasse de sua história e do porquê de ele estar ali.

Lendo a sua resenha, pude compreender que foi nessa sinopse em que pude encontrar o encantamento, a magia que visivelmente está contida em "A História Sem Fim". Você me deixou extremamente convencida de que irei me apaixonar por esse volume, ainda mais depois de destacar tais trechos.

Muito legal o seu blog, de verdade!

Beijinhos,
Ana - Na Parede do Quarto

Thyeri Bione disse... [Responder Comentário]

Will, esse é um livro que tenho vergonha de dizer que ainda não li. História sem fim é um dos filmes que mais vi na minha infância, adoro Bastian e seu amigo índio (que não sei escrever o nome dele...). Sempre que vou na livraria eu dou uma olhada mas nunca comprei, e que agora me deu mais vontade de lê-lo.

Gostei muito da sua resenha.

Abraço!
Restaurante da Mente

Postar um comentário